joomla social share plugin

Visitante n°

2707186
Hoje
Ontem
Nesta Semana
Neste mês
Total
109
379
1486
6222
2707186

Missa de São Miguel Arcanjo

Na celebração desta terça-feira, 06, em honra a São Miguel Arcanjo na igreja de São Marcos, o padre Eduardo fez uma bela reflexão da leitura do Livro dos Reis e do Evangelho de Marcos (7,1-13).
Começando  pela primeira leitura, do livro dos Reis, quando Salomão, no tempo, diante do altar faz uma oração a Deus e diz: "Ó Senhor, Deus de Israel, não há Deus igual a ti nem no mais alto dos céus, nem aqui embaixo na terra".
Em sua homilia, padre Eduardo lembrou que "o templo é o lugar propício para a oração", referindo-se à igreja.
"Aqui devemos suplicar e fazer nossas orações a Deus, pois este lugar é consagrado por Deus.
É claro que oração se pode fazer em qualquer lugar, mas temos o templo, muito propício e diante do altar, que cada um de nós possamos sentir a presença viva de Deus. No Evangelho,
Jesus diz aos fariseus que o que mais importa não são as tradições, mas viver a vontade do senhor. Não era permitido, segundo a tradição, ir na casa de alguém considerado pecador, mas Jesus ia. O que mais importa para Jesus é amar o próximo. Amai-vos um ao outro como eu vos amei, disse Jesus. O mais importante é trazer a graça de Deus às pessoas. Quantas vezes agimos como fariseus e acabamos deixando o irmão de lado. Acabamos deixando de amar o outro.
Liturgia é celebração da vida e não celebração de gestos. Como igreja, temos que trazer as pessoas e para trazê-las, temos que ir até elas. Uma igreja em saída, como diz o Papa Francisco", diz padre Eduardo.